Domingo, 8 de Julho de 2007

Os 7 Melhores Desportistas Portugueses de Sempre



No dia de ontem foram conhecidas as novas sete maravilhas do mundo. Pois bem, o jornal “O JOGO” também procedeu a uma votação para os sete melhores desportistas portugueses de sempre. Numa selecção de vinte e um notáveis atletas, só sete tiveram a honra de serem considerados os melhores.

O futebolista Eusébio foi o vencedor com larga maioria. Atrás dele, os restantes seis notáveis, sem excluir todos os outros atletas, foram: António Livramento, Carlos Lopes, Joaquim Agostinho, Luís Figo, Rosa Mota e Vítor Baía.


De seguida farei uma pequena biografia do vencedor.


Eusébio da Silva Ferreira nasceu a 25 de Janeiro de 1942, em Lourenço Marques (actual Maputo), Moçambique.

Na infância, os seus brinquedos favoritos eram as bolas de trapos com que jogava nas ruas do bairro em que vivia.

Aos 12 anos juntou-se à equipa “Os Brasileiros”, um clube de bairro. Aos 15 foi rejeitado pelo Desportivo, filial do Benfica, tendo assinado pelo Sporting de Lourenço Marques. Três anos mais tarde, concretiza-se a vinda para Portugal, primeiramente para jogar no Sporting, tendo, no entanto, assinado pelo Benfica. Apesar de tudo, o processo não foi pacífico, onde foi necessária a intervenção da Direcção Geral dos Impostos e da Federação Portuguesa de Futebol.

No Benfica ganhou a Taça dos Campeões Europeus (1962), onze campeonatos nacionais e cinco taças de Portugal. A nível pessoal, sagrou-se, por sete vezes, melhor marcador do campeonato nacional e duas vezes da Europa. Com 320 golos marcados, em 313 jogos, é o segundo melhor marcador do campeonato português, atrás de Peyroteo.

Em Portugal, representou, ainda, o Beira-Mar e o União de Tomar. No fim de carreira, experimentou o futebol americano e mexicano, tendo conquistado um título de campeão em cada um dos países.

Representou a Selecção Nacional por 64 vezes, onde perfurou as redes adversárias por 41 vezes. A marca de Eusébio só foi ultrapassada por Pedro Pauleta. Em 1966, foi a figura de Portugal no Campeonato do Mundo, em Inglaterra. Para além do excelente terceiro lugar conquistado, a nível individual foi o melhor marcador da prova e considerado o melhor jogador da competição, segundo o “News of the World”.

Em 1978, Eusébio terminou a carreira.

Por fim, em 1999, o Pantera Negra foi eleito o nono melhor jogador mundial pela Federação Internacional de História e Estatística do Futebol.



Álvaro Gonçalves

 


publicado por Álvaro Gonçalves às 18:44
link do post | comentar | favorito

.O autor do blog

.Novembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Novo endereço

. Júlio Magalhães apresenta...

. Maré volta a Bazar durant...

. FC Porto goleou o Benfica

. H.C.Fão com nova direcção

.arquivos

blogs SAPO

.subscrever feeds