Quarta-feira, 7 de Maio de 2008

O.C.Barcelos garante lugar na final-four da Taça de Portugal

 

 

 

O Óquei de Barcelos venceu no Sábado, no pavilhão de Barcelos, a equipa da Oliveirense por 3-2 e carimbou o passaporte para as meias-finais da Taça de Portugal.

O jogo foi equilibrado e apenas se decidiu no prolongamento através do golo de ouro.

Começou melhor a equipa da casa através de uma boa jogada de Leal que passou a bola a Cacau que dentro da área rematou para uma grande defesa do guarda-redes da Oliveirense, Tiago Sousa.

A formação de Oliveira de Azeméis respondeu com um remate de Vítor Fortunato que foi bem parado por Ginho.

Mas, foi mesmo a equipa forasteira que se adiantou no marcador. A 12 minutos do fim da primeira parte, Maximiniano Oliva recuperou a bola e numa jogada de três atacantes contra dois defesas passou a bola a Tó Neves que de primeira jogou para trás onde apareceu Vítor Fortunato em zona frontal a fazer o primeiro golo da partida.

O Óquei respondeu passados 8 minutos do golo adversário e chegou à igualdade por intermédio de Hugo Costa. Cacau, numa jogada de insistência pelo lado direito, cruzou para a área onde apareceu o número 9 barcelense a finalizar com sucesso.

O intervalo chegou com um empate e o resultado aceitável. O Barcelos começou melhor o encontro mas a Oliveirense foi crescendo até chegar ao 1-0. O Óquei ganhou uma nova alma com a entrada de Hugo Costa no jogo. O número 9 veio dar uma maior velocidade e agressividade à equipa da casa que através dele conseguiu chegar ao empate.

A segunda parte começou com o segundo golo da Oliveirense. Tiago Santos roubou a bola a Leal no meio-campo e frente a Ginho driblou-o e fez o 2-1.

Aos 13 minutos do segundo tempo foi a vez do Barcelos voltar a igualar o marcador. Cacau na área aproveitou a confusão que se instalou lá e empurrou a bola para o fundo da baliza da Oliveirense.

Até ao fim do tempo complementar as equipas preocuparam-se mais em não sofrer golos do que em marcá-los portanto não era de admirar que o segundo tempo também chegasse ao fim empatado. As duas formações equivaleram-se durante a segunda metade do encontro. Tal como na primeira parte, a Oliveirense adiantou-se no marcador mas o Óquei de Barcelos voltou a correr com sucesso atrás do prejuízo.

A partida teve de ir para prolongamento para se decidir qual a equipa vencedora. Foi a dois minutos do fim da primeira parte do prolongamento que o jogo se decidiu a favor da equipa barcelense devido a um golo de Nuno Resende. O Óquei já tinha ameaçado com uma bola ao poste através de um potente remate de Cacau e logo a seguir, Nuno Resende tenta a sorte e com a ajuda do guarda-redes da Oliveirense finaliza com sucesso.

O Barcelos qualificou-se assim para a final-four que se vai realizar em Aljustrel. A equipa barcelense vai defrontar o F.C.Porto que venceu o Infante Sagres.

 

 

 

Álvaro Gonçalves

 

Clique para ver:

 

Festejos de Nuno Resende

 

Fim da partida

 

publicado por Álvaro Gonçalves às 18:45
link do post | comentar | favorito

.O autor do blog

.Novembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Novo endereço

. Júlio Magalhães apresenta...

. Maré volta a Bazar durant...

. FC Porto goleou o Benfica

. H.C.Fão com nova direcção

.arquivos

blogs SAPO

.subscrever feeds