Quarta-feira, 16 de Abril de 2008

Afonso de Melo em Discurso Directo

Afonso de Melo esteve hoje de manhã no ISLA Gaia a dar uma palestra sobre a sua experiência profissional aos finalistas do curso de Comunicação.
O jornalista afirmou que uma pessoa só se sente realizada quando faz aquilo que gosta. Isso acontece quando faz jornalismo mas o mesmo não se pode dizer em relação à assessoria de imprensa. Segundo Afonso de Melo "a assessoria não é uma profissão entusiasmante".
A ideia retirada das palavras do jornalista em relação ao jornalismo é a de que o jornalismo tem uma necessidade criativa. Disse ele que antigamente a criatividade posta nos artigos era por causa da falta de comunicação que existia, devido aos recursos à disposição não serem muito bons. Isso acontecia essencialmente quando os jornalistas eram enviados para outros países. Quando a comunicação entre o enviado e a redacção falhava, os jornalistas eram capazes de inventar dados para criar uma notícia. Hoje em dia, a necessidade criativa deve-se ao facto das informações serem constantemente actualizadas e cada órgão de comunicação social querer que a sua notícia seja a escolhida do público.
Para Afonso de Melo, o boato é o exemplo maior da criatividade jornalística. Por várias vezes os boatos tornam-se notícia por serem levados a sério sem uma investigação para confirmar a fonte.
Outra das matérias abordadas foi o jornalismo opinativo e aí o palestrante afirmou que o jornalismo se confunde com opinião e isso confunde os leitores. Porém, Afonso de Melo ressalvou que a imparcialidade é impossível de ser obtida mas a hostidade está ao alcance de todos os jornalistas.
O ex-assessor deixou um aviso aos alunos presentes em relação às fontes de informação porque existem muitos jornalistas que são controlados pelas fontes e alertou para o facto disso poder vir a acontecer no futuro.
Quando confrontado com a diferença entre o jornalismo desportivo, que foi naquele que se notabilizou, com outros tipos de jornalismo explicou que "o desportivo mexe mais com as emoções do que os outros".
Sobre a actividade de assessor, fez ver que na assessoria se vive entre dois mundos, o da entidade patronal e o dos jornalistas e que é preciso saber fazer bem a ligação entre eles.
A palestra que está envolvida no projecto "Milénio da Comunicação" teve a apresentação do director do curso de comunicação, Artur Villares.

 

Álvaro Gonçalves

publicado por Álvaro Gonçalves às 21:12
link do post | comentar | favorito

.O autor do blog

Locations of visitors to this page

.Novembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Novo endereço

. Júlio Magalhães apresenta...

. Maré volta a Bazar durant...

. FC Porto goleou o Benfica

. H.C.Fão com nova direcção

.arquivos

blogs SAPO

.subscrever feeds