Quinta-feira, 10 de Abril de 2008

Viana vence a "negra" e está nas meias-finais

Clique na foto para ver o terceiro golo da Juventude

 

 

A Juventude de Viana venceu o Óquei de Barcelos por 4-3 e qualificou-se para as meias-finais do campeonato.

Com o Pavilhão de Monserrate cheio e com um ambiente electrizante, o jogo foi emotivo de início ao fim e a rivalidade entre os dois clubes minhotos esteve presente dentro e fora do ringue até ao apito final.

O primeiro momento da festa ocorreu ao minuto 12 da partida, quando Banza fez o primeiro golo do jogo.

Aí a equipa empolgou-se ainda mais com o apoio do público e dois minutos depois Didi volta a aumentar a diferença no marcador com um remate forte de fora da área.

Um dos momentos mais negativos da noite surgiu ao minuto 18 quando Sapo, que tinha acabado de entrar, agrediu Hugo Costa com o cotovelo. Os árbitros foram perdulários e apenas mostraram o cartão amarelo.

Dois minutos após o incidente, o Óquei de Barcelos responde e marca o seu primeiro golo no jogo por intermédio de Tiago Rafael.

Mas a festa barcelense durou pouco porque Sapo na marcação de uma grande penalidade voltou a colocar a Juventude com dois golos de avanço no marcador.

A um minuto do fim, Sapo volta a dar nas vistas e com a ajuda do guarda-redes do Óquei, Ginho, aumenta ainda mais a vantagem.

O intervalo chegou com a Juventude de Viana a vencer por 3-1, Apesar do jogo equilibrado e com alguns ataques de cada equipa, os vianenses foram mais eficazes. O Barcelos também podia ter marcado mas quase nunca conseguiu entrar dentro da área adversária em ataque organizado ou então, os remates de longe não levavam a melhor direcção ou embatiam em Ricardo Silva que voltou a fazer uma grande exibição tal como no Sábado.

A segunda parte começou com o Barcelos a falhar um livre directo cobrado por Cacau.

A partir daí, o Barcelos tomou a iniciativa de jogo e a 13 minutos do fim colheu os seus frutos. Cacau empurrou  bola para dentro da baliza de Ricardo Silva após a melhor jogada do encontro. A bola com apenas três toques passou por três jogadores e terminou em golo.

O Barcelos voltou a assumir o controlo mas a Juventude ia respondendo em contra-ataque com a experiência de Paulo Almeida, a classe e a técnica de Didi e a garra de Gonçalo Suissas mas sempre sem êxito.

A 3 minutos do fim, Tiago Rafael também falhou a cobrança dum livre directo que, em caso de golo, reduziria a diferença no marcador.

No entanto, no mesmo minuto Hugo Costa facturou e relançou a partida.

Mas até ao final do jogo foi a claque do Óquei de Barcelos, a Kaos Barcelense, os protagonistas por terem arremessado objectos para dentro do terreno de jogo e terem obrigado a intervenção da polícia para acalmar os ânimos.

Assim, o resultado não se alterou e foi o Viana a garantir o passaporte para as meias-finais da competição após ter conseguido virar a eliminatória a seu favor.

 

 

Clique na foto para ver a festa no fim do jogo

 

Álvaro Gonçalves

publicado por Álvaro Gonçalves às 19:42
link do post | comentar | favorito

.O autor do blog

.Novembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Novo endereço

. Júlio Magalhães apresenta...

. Maré volta a Bazar durant...

. FC Porto goleou o Benfica

. H.C.Fão com nova direcção

.arquivos

blogs SAPO

.subscrever feeds